Casamento religioso: tudo o que você precisa saber

Casamento religioso: tudo o que você precisa saber

Os noivos que frequentam alguma igreja geralmente não abrem mão do casamento religioso na hora de trocar alianças. Ele é celebrado por um padre, pastor ou outra autoridade religiosa.

Muitos casais consideram o momento do “sim” um dos mais especiais e, por isso, merece ser dito na presença de uma autoridade e em algum lugar considerado sagrado.

Para garantir uma linda cerimônia religiosa, os noivos precisam se organizar com antecedência, porque, além da reserva da data, outras questões burocráticas precisam ser resolvidas.

 

O que é necessário para realizar o casamento religioso?

Mais do que verificar a disponibilidade de data, os noivos precisam definir se vão se casar na igreja onde já frequentam ou em outro espaço. Se a proposta é casar em outro local, é necessária uma autorização, dependendo da igreja escolhida, e precisa ser solicitada com antecedência para evitar imprevistos.

Há ainda o recolhimento de uma taxa que varia de acordo com a cidade, pagamento de multa (caso a noiva se atrase no dia e atrapalhe outros casamentos) e apresentação de alguns documentos, que vão da certidão de nascimento à certidão de batismo.

Ao optar pelo casamento religioso católico, por exemplo, os noivos precisam decidir se querem realizar uma cerimônia com missa completa, apenas a celebração dos votos ou a cerimônia com comunhão.

As igrejas também pedem que o futuro casal participe de um curso de noivos, conduzido pela autoridade da igreja. Feito em um dia ou dividido em vários encontros, o evento debate os desafios da vida a dois.

LEIA MAIS: Vale a pena fotografar o casamento no civil?

 

Decoração e música no casamento religioso

Outras questões que merecem a atenção dos noivos no casamento religioso são a decoração da igreja e a escolha das músicas.

No que diz respeito à decoração, existem duas situações:

1 – A igreja que realiza um casamento por dia. Neste caso, a noiva decora a igreja – geralmente corredor principal, arco da entrada e altar – do jeito dela, acompanhando as cores e os temas definidos para o seu casamento.

2 – A igreja que realiza dois ou mais casamentos por dia. Quando isso acontece, a decoração da igreja é uma só e as noivas rateiam o valor do serviço. Desse modo, a noiva não consegue manter a decoração que definiu para o casamento, mas vai gastar menos com o fornecedor.

Em relação à música, é importante verificar as regras da igreja para não haver frustrações. Há aquelas que não permitem, por exemplo, o uso de bandas ou bateristas acústicas, oferecendo como opções o coral que já canta nas missas ou músicas de pen-drives e CDs.

A escolha do tipo de música também precisa se alinhada com a autoridade religiosa. Talvez você e seu noivo sejam obrigados a escolher apenas músicas religiosas ou populares, desde que instrumentais.

Agora que você já sabe como funciona o casamento religioso, basta organizar com o seu noivo para que este momento seja emocionante e inesquecível!

Até o próximo artigo!

Sem comentários

Postar comentário

WhatsApp Chame no WhatsApp